"Se a chuva insiste em aparecer, 
turucuteiro que se preza não deixa a alegria morrer, 
e pede abrigo ao Afrosul Odomodê"
 
A chuva insistiu em aparecer, mas agora é a nossa vez de acolher o Odomodê.
Não vamos deixar a alegria morrer, vamos reerguer esse espaço de resistência e cultura, tão necessário para Porto Alegre.
Afrosul Odomode, conta conosco e com outros tantos afilhados que tens por aí! 
 
Porque a nossa alegria só fica completa se estiver tudo bem com as nossas raízes!
 
(vídeo: trecho de uma apresentação no Odomodê. Vídeo completo, gravado pelo Marcos Pont, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=nYBNvI-gu30 )